quinta-feira, 17 de março de 2011

Repleto de virtude e vício esse meu céu


Sempre esperei mais de cada pessoa, paciência nunca foi uma virtude minha, de belos sonhos é que se constroem lindos castelos com princesas e tudo. Com o sol pode ser construir um lindo espetáculo, e as estrelas, que nos olham lá de cima fazem diferença enorme em noites sem luar. Antes do sol nascer ainda temos tempo sermos felizes, como se tempo e sol se comparassem, só poderíamos estar loucos ou bêbados, bêbados de amor, de luz. O álcool é a grande imaginação dos infiéis. Dois infiéis, de corações fracos e promíscuos. A  lua que nos mostra que a noite ainda está viva, nos mostra o céu estrelado, a casa dos apaixonados, e esses astros que são testemunhas de emoções e conflitos, sob eles estamos nós, meros mortais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário